São Paulo é uma das cidades mais famosas do mundo. É cenário de três atuais novelas brasileiras. De uma série de TV por assinatura. É nome garantido em edições de todos os jornais nacionais, independentemente da região. É tema de incontáveis livros e, o mais importante, deste blog. Enfim, São Paulo está em todo lugar. São Paulo é onipresente.

São Paulo abriga todo mundo. Por isso, leva vocação para tudo. Se o assunto for restaurante, existem os de todo tipo: franceses, japoneses, vietnamitas, tailandeses, mineiros, árabes… Baladas? Há para todos os gostos: as mais calmas, as mais agitadas, as barulhentas, as românticas, as assustadoras. Em São Paulo existe tudo. São Paulo é onipotente.

São Paulo é o centro do mundo. Do meu mundo, pelo menos. Mas de outros também. É o centro financeiro brasileiro, centro cultural, centro econômico, centro gastronômico, centro artístico, centro industrial… Por São Paulo passa tudo. São Paulo é onisciente.

Uma boa idéia da cidade!
Uma boa idéia da cidade!

São Paulo é onipresente, onipotente e onisciente! Mas São Paulo não é Deus. São Paulo é simplesmente ela. Um lugar em que ocorre de tudo, em todos os momentos, em todos os lugares, para todos os tipos de gente. São Paulo é universal! São Paulo é bem legal!

Toda essa enrolação tem um motivo: somente um texto superlativo assim para explicar uma das sacadas mais bacanas do governo da cidade nos últimos tempos: as bibliotecas temáticas. Em 2006, o Sistema Municipal de Bibliotecas pôs em prática o projeto Bibliotecas Temáticas de São Paulo. O objetivo é criar ações específicas de acordo com o tema de cada uma delas. Cada local foi escolhido levando-se em conta a história e a vocação de cada unidade. A Biblioteca Cassiano Ribeiro, localizada no bairro de Pinheiros, foi escolhida para sediar o tema “música”, já que no bairro localizam-se diversos cursos musicais, lojas de instrumentos e locais de descontração.

Cada unidade mantém, também, livros que não dizem respeito ao tema proposto, para que o lugar não seja frequentado apenas por um público específico, mas seja, de fato, uma biblioteca aberta a toda a comunidade que precise consultá-la. Ainda, eventos gratuitos relacionados com a temática da unidade acontecem frequentemente nos locais. Para ver a programação de cada uma das bibliotecas, entre aqui.

Veja abaixo a lista de bibliotecas temáticas:

Biblioteca Alceu Amoroso Lima Poesia
Biblioteca Belmonte
Cultura Popular
Biblioteca Cassiano Ricardo
Música
Biblioteca Hans Christian Andersen
Contos de Fadas
Biblioteca Mário SchenbergCiências

Biblioteca Raul BoppMeio Ambiente
Biblioteca Roberto SantosCinema
Biblioteca Viriato CorrêaLiteratura Fantástica