outubro 2008


É bem provável que você já deva ter enjoado de ler posts meus falando sobre exposições fotográficas. Quem vê, pensa que eu só falo disso ou que meus posts são patrocinados pela Kodak.

Para não perder a mania, eu apresento dessa vez a mostra A Cidade e Suas Margens, em exibição no Museu da Casa Brasileira até o dia 26 de novembro. Nela, a artista plástica Elisa Bracher expõe 70 imagens da Favela da Linha, localizada na zona oeste de São Paulo, e de algumas cidades do Nordeste, de onde virão alguns de seus moradores.

A mostra busca refletir sobre as condições improvisadas de habitações na metrópole, que embora precárias e feitas com resíduos e materiais industrializados disponíveis, revelam inventividade expressiva de soluções. Além disso, a mostra traz um olhar incomum sobre as favelas, que normalmente são vistas como redutos de pobreza onde reina a homogeneidade de construções. Trilhando o caminho contrário, Elisa buscou registrar momentos em que a comunidade revela suas singularidades, exprimindo a criatividade de seus moradores nas formas e cores das casas e barracos.

Também estará em exibição um DVD com aproximadamente meia hora de duração, que documenta a visita de Elisa Bracher às famílias dos moradores da Favela da Linha em 16 localidades do Nordeste.

SERVIÇO:

A Cidade e Suas Margens
Onde: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2075, Pinheiro, tel: 3032-3727.
Quando: Todos os domingos, das 10:00 às 18:00. Até 16/11.

Bom, Pepi e Luci

Bom, Pepi e Luci

O Tudo Por Nada traz uma bela dica pra quem gosta dos filmes do diretor espanhol Pedro Almodóvar.

Nesta quinta-feira, dia 30 às 20hs será exibido no Centro Cultural da Juventude, o seu primeiro filme comercial “Pepi, Luci, Bom Y Otras Chicas Del Montón”, de 1980

Vale a pena conferir pra observar que já em sua fase inicial de trabalho, Almodóvar utiliza personagens e cenários bem característicos em seus demais filmes que o consagraram.

Endereço: Av. Deputado Emílio Carlos, 3.641 (ao lado do terminal Cachoeirinha)
Vila Nova Cachoeirinha
(11)3984-2466

A menos que você compartilhe do mesmo código genético de Poliana, existem diversas coisas no mundo que lhe incomodam. Desde aquele tio fofoqueiro, o chefe rabugento, a vizinhas que se faz de difícil até grandes questões que entravam o pleno desenvolvimento humano, como a fome no mundo, a degradação ambiental, as guerras frequentes e por aí vai.

Resumindo, há diversas “pragas” que afligem a raça humana, tal como já ocorrera nos relatos bíblicos. Pois é justamente essa a inspiração de Mundus Admirabilis e Outras Pragas, composta por trabalhos da artista plástica gaúcha Regina Silveira, em exposição na Galeria Brito Cimino. São 13 obras entre adesivos, instalações, objetos de madeira, tapeçaria, porcelana e alguns recursos multimídia, que se utilizam de animais daninhos para atualizar visualmente as antigas pragas bíblicas. A artista propõe uma reflexão sobre o tema através de trabalhos que podem ser vistos como metáforas não-lineares das pragas, muito mais danosas dos dias atuais.

O exercício reflexivo da artista foi o de tentar entender os significados originariamente agrários das pragas bíblicas e deslocá-los para o patamar maior dos males globais que hoje nos afligem. No lugar de gafanhotos, granizo, peste, são sugeridas idéias sobre a contaminação do cotidiano, a violência, a deterioração ambiental, a corrupção, o fanatismo e congêneres.

SERVIÇO:

Mundus Admirabilis e Outras Pragas
Onde: R. Gomes de Carvalho, 842, Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04547-003
Telefone: 3842-0635.
Quando: de terça a sexta-feira, das 10:00 às 19:00. Sábados, das 11:00 às 17:00. Até 13/12.

Não está tendo uma exposição com bens que pertenceram aos papas, nem o papa Bento XVI fez uma doação ao MASP.

Cena do filme

Cena do filme

Mas o que acontecerá é uma verdadeira obra de arte, pelo menos da sétima arte.

Assim eu analiso o filme “O Banheiro do Papa” que o Tudo Por Nada já divulgou e tem a bênção de divulgá-lo novamente.

Pelo amor de Deus assista a esse filme!

Amanhã, sexta-feira, dia 24 de outubro às 19h30 no vão livre do MASP.

Vão livre do MASP

Vão livre do MASP

Show de música pop com a ex-integrante do grupo Rouge, Luciana Andrade, acontece nessa sexta, dia 24. A cantora e compositora mineira apresenta músicas de seu primeiro disco solo e também algumas releituras de canções dos mais variados estilos. O repertório conta com Sempre de Dudu Falcão, Dudu Falcão e A Casa Mal-Assombrada, de Paula Marquesini, além de covers de Tom Waits, Beatles e Natalie Merchant. A apresentação ocorre no SL Music Hall e tem início ás 20h, mas o horário pode ser alterada sem aviso prévio.

O SL Music Hall fica na Rua José Maria Lisboa, 745
Jardins
Fone: 3884-9149

Coleção das horas que faltam o solidão de bolso?, de Eduardo Kessedjian

"Coleção das horas que faltam o solidão de bolso?", de Eduardo Kessedjian

Fotografar é uma arte? É óbvio que sim. E eu digo por experiência própria. Não que eu seja um gênio da câmara ou algo do tipo, mas como estudante de Jornalismo cursei um ano de Fotografia, parte integrante da grade curricular. Nesse tempo aprendi noções básicas de fotografia, algumas teorias de imagem, como revelar um filme, como usar a luz corretamente, como conseguir um bom enquadramento, enfim, várias técnicas que hoje em dia já não lembro mais.

Mas se você gosta ou entende dessa arte, não perca a exposição Identidades Contrapostas, em cartaz até o dia 30/11 no Instituto Tomie Ohtake. A mostra reúne cerca 40 trabalhos de 18 artistas do Acervo Porto Seguro de Fotografia, que trabalham como diferentes recursos. As imagens apresentam técnicas como múltiplas exposições, baixas velocidades e fotomontagens. Entre os fotógrafos estão Fernando Lemos, German Lorca, Cássio Vasconcellos, Avani Stein e Marcelo Lemer.

Cartão Postal 0242B, de Clayton Camargo Jr.

"Cartão Postal 0242B", de Clayton Camargo Jr.

SERVIÇO:

Identidades Contrapostas
Onde: A. Brigadeiro Faria Lima, 201, Pinheiros, tel: 2245-1900.
Quando: De terça a domingo, das 11:00 às 20:00. Até 30/11.

Foto de Korda
Foto de Korda

A 32º Mostra Internacional de Cinema traz nesse ano 2 filmes que tem a pessoa de Ernesto Che Guevara como tema.

Um é “Chevolution“, documentário que investiga como o retrato feito por Albert Korda se tornou um ícone mundial.

O outro é o esperado “Che“, com Benicio Del Toro e Rodrigo Santoro, com duração de 4horas e 28 minutos, mostra em duas partes a saga do revolucionário.

Porém estes dois eventos são pagos.

Mas se você se interessa pela vida deste importante personagem e não quer gastar dinheiro, o Tudo Por Nada tem uma excelente dica.

A ‘Mostra Ernesto Che Guevara, também conhecido como Che’ por ocasião do lançamento da obra homônima do historiador mexicano Paco Ignácio Taibo II, promove entre 23 de outubro e 2 de novembro, um ciclo de documentários e palestras sobre a história e o pensamento de Che, abordando temas como Solidariedade, Justiça Social, Liberdade, Soberania Política e Reforma Agrária.

Destaque para o filmePersonal Che“, que retrata sentimentos muitas vezes antagônicos que o guerrilheiro despertava e ainda desperta nas pessoas.

Personal Che
Personal Che

Será exibido na sexta-feira, dia 24 às 19hs na Livraria Cultura do Shopping Market Place.

Confira aqui a programação completa.

Endereço: Av. Dr. Chucri Zaidan, 902
Tel.: (11) 3474-4033/ 3170-4033

Próxima Página »