Já faz tempo que o Tudo Por Nada não comenta sobre algum dos três grandes eventos gratuitos que rolam na cidade de São Paulo: Este Mundo É Meu! E As Sete Sementes…, Festival CCJ Independente e Antídoto. Mas isso não quer dizer que eles já terminaram – muito pelo contrário. Os dois primeiros vão até o dia 31 e o Antídoto até a próxima quinta-feira, dia 23. Dessa vez eu vou falar sobre algumas boas dicas o do Este Mundo e do Antídoto. Sobre o CCJ Independente eu irei falar nos próximos dias. Não perca!

ESTE MUNDO É MEU!

Viva ao verde

O que significam as árvores para as populações urbanas? Como é visto o verde em ambientes urbanos e industrializados? Como os indivíduos e o coletivo das cidades interagem com o ecossistema urbano? Racionalidade, espiritualidade e sensibilização das comunidades urbanas e rurais serão discutidas no Fórum de Reflexões – Áreas Verdes, Comunidades e Conservação. Dia 21/10, das 19:30 às 22:00 no Centro Cultural São Paulo.

A Educação Ambiental têm se colocado como um importante instrumento para a compreensão e a conscientização sobre questões ambientais, no exercício da cidadania e na busca de transformação da realidade socioambiental. O debate do Fórum de Reflexões – Comunicação e Participação Ambiental explicitará princípios e práticas da Educação Ambiental em ambientes diversos como Escolas, Comunidades e Meios de Comunicação, na busca da melhoria da qualidade de vida. Dia 21/10, das 19:30 às 22:00 no Centro Cultural São Paulo.

+ DE ESTE MUNDO

ANTÍDOTO

Viva ao mundo

No dia 21/10, das 17:00 ás 19:00, acontece no Itaú Cultural o debate Facções e Fronteiras Invisíveis. Apesar do tom pejorativo que costuma acompanhar o termo, facção é simplesmente um conjunto de pessoas que pensam e agem de maneira diferente da maioria. Esta mesa discute as relações entre as facções e as fronteiras invisíveis da sociedade, como o preconceito e a intolerância.

Já no debate Produções Culturais, os palestrantes falarão das experiências, dos conceitos, dos problemas e das vitórias envolvidos no desenvolvimento de projetos culturais em países africanos como Burundi, Burkina Faso, República Democrática do Congo e Ruanda. Dia 22/10, das 17:00 às 19:00, no Itaú Cultural.

SERVIÇO:

Itaú Cultural
Av. Paulista, 149, tel: 2168-1777.

Centro Cultural São Paulo
R. Vergueiro, 1000, Paraíso, tel: 3383-3402.

O Simbolo

O símbolo

O simbolismo

O simbolismo

Você sabe quais são seus direitos? Ah, eu tenho? Pensei que eram só deveres.

Infelizmente muitos respondem ironicamente essa pergunta, pois não observam na prática o que consta na Declaração Universal dos Direitos Humanos, criada em 1948.

A 3º Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul acontece aqui em São Paulo, a partir de manhã, dia 06 até 12 de outubro, traz justamente uma programação repleta de filmes sobre temas, valores e dilemas que dizem respeito à dignidade humana e visam promover uma reflexão sobre o modo como cada um de nós – indivíduos, Estado, sociedade – podemos contribuir para a construção de um mundo mais justo, igual e solidário.

São Paulo – 06 a 12/10

Local: Cinesesc (329 lugares)
Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César
(11) 3087-0516
(11) 3087-0500 – SAC

Local: Cinemateca Brasileira
Sala Petrobras – 110 lugares
Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino
(11) 3512-6111

Todos nós sabemos que a Rede Cultura de televisão não é um dos canais mais assistidos no Brasil. Enquanto a emissora líder, a TV Globo, tem por volta de 30 a 40 pontos de audiência, a Cultura, coitadinha, não passa dos dois. Mas é como diz aquele velho ditado: é nas menores audiências em que estão os melhores conteúdos.

Pois bem, a Cultura, como todos devem saber, é um dos melhores canais de televisão do país, além de ser, também, a mais premiada, seja nacional ou internacionalmente. Isso se deve, em parte, por ela pertencer ao governo paulista, fazendo com que sua dependência da receita publicitária seja menor do que as emissoras 100% comerciais.

E um dos mais tradicionais programas do canal é o renomado Café Filosófico, usado bastante em aulas de universidades e de colégios de todo o Brasil como complemento aos temas ensinados. Durante todas as quartas-feiras do mês de outubro as gravações do programa acontecerão no Tom Jazz (geralmente é em Campinas). É uma excelente oportunidade de aprender com especialistas, que falarão sobre o tema de outubro: “A Masculinidade Hoje“. É sempre bom lembrar que, além de assistir às palestras, o público pode participar fazendo perguntas. A capacidade do local é de 180 pessoas e os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência. A entrada é por ordem de chegada. Veja a programação:

Dia 01/10 – Maria Rita Kehl (psicanalista) – Tema: “Homens em crise ou masculinidade em questão?

Dia 8/10 – Tai Castilho e Paulo Fernando Pereira de Souza (terapeutas de família) – Tema: “O masculino e o feminino nas famílias contemporâneas“.

Dia 15/10 – João Silvério Trevisan (escritor e cineasta) – Tema: “Homoerotismo e o fantasma masculino“.

Dia 22/10 – Sócrates Nolasco (psicoterapeuta) – Tema: “De Tarzan a Homer Simpson: banalização e violência masculina nas sociedades de hoje“.

Dia 29/10 – Inimá Simões (curador) – Tema: “O masculino: obsoleto ou sem rumo?

SERVIÇO:
Café Filosófico no Tom Jazz
Onde: Avenida Angélica, 2331, Higienópolis, tel: 3255-0084/3635.
Quando: Todas as quartas-feiras de outubro, às 20:30.