Imagine-se na seguinte cena: uma noite calma, serena, aconchegante e muita boemia. Aposto que você deve estar pensando “qual será o bar recém-inagurado?” Mas, definitivamente,  isso não é um convite para algum barzinho ou botequim de esquina.

carros1

Pelo contrário. É um convite para vislumbrar ilustrações como de cantores de jazz e blues obscuros, mulheres bonitas, carros antigos em estradas desertas, cantos e esquinas  de São Paulo  com um toque de melancolia em seues traços de  caneta esferográfica, naquim, ecoline e materias que fogem do padrão, como água sanitária e vinho.

A idéia da exposição, como seu título mesmo já diz “Noturno” é fazer referência ao clima noir que o artista tenta transmitir em suas obras, além claro de serem desenhados sempre durante a madrugada.

A exposição contou com a banda Fábrica de Animais, da atriz e diretora Fernanda D’Umbra (do seriado “Mothern”, da GNT),  que fez  um pocket show durante a reabertura

Carlos Carah, o autor das obras e responsável pela exposiçao já fez capas de trabalhos do dramaturgo Mário Bortolotto, como “Atire no Dramaturgo”, e da revista “Coyote”. O evento abrange  um retrato do ator cult Paulo César Pereio.

Serviço:

Coletivo Galeria – Rua dos Pinheiros, 493, Pinheiros, região oeste, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11/3596-3247. Até 20/2. Ter. a sex.: 15h às 20h. Sáb.: 12h às 19h.Livre.